Imprimir esta página
terça, 01 maio 2012 00:00

Medo versus ansiedade

Depressa! Há um tigre enraivecido à solta dentro do escritório. Fuja!

Sente-se a correr o mais depressa que pode? Com o coração a bater fortemente, a contornar os cantos a alta velocidade, a escorregar no tapete, a dar um encontrão no bebedouro?

É medo. O medo é bom.

O medo salva-nos a vida na selva, nas ruas e até no consultório médico. O medo é uma das nossas emoções mais úteis.

A ansiedade, por seu lado, é um assassino. É o falso medo que cor­rompe a vida.

A ansiedade é o que acontece quando imaginamos possíveis desfechos negativos em vez de aceitarmos a realidade do momento pre­sente.

É também por causa da ansiedade que as organizações analisam exces­sivamente as oportunidades e hesitam em actuar até ser tarde demais.

Faça uma lista das últimas quinze coisas que lhe causaram ansiedade a si e aos seus colegas. Quantas delas se concretizaram de facto? Se tivesse ignorado essa ansiedade, não teriam as coisas corrido muito melhor?

Relembre: Fazer bem e bem feito, tudo, mas tudo o que fazemos!

Fale connosco, queremos ajudar a dinamizar as ideias que estão esquecidas na sua empresa…

Modificado em sábado, 17 novembro 2012 15:40